GAROTAS HANDMADE

O QUE

Artigo

ONDE

RG magazine

QUANDO

Resgatando tradições manuais e valorizando um estilo de vida menos frenético, o universo do artesanato voltou a despontar e atrai um público cada vez maior em busca de relações mais pessoais e harmoniosas em seu dia a dia, muitas vezes associadas a questões ambientais, e isso se reflete num estilo único que vem se difundindo por uma nova geração de designers – o handmade.

A prática não é nova e ganhou força nos anos 20 com a proliferação do estilo Navajo, com tapeçarias típicas de fortes estampas geométricas criadas pelos índios norte-americanos da tribo de mesmo nome. Em meados dos anos 60 foi a vez da folk music proliferar o tema e enraizar esse lifestyle em canções acústicas de caráter contestador.

Deixadas de lado por algum tempo, essas tendências retornaram recentemente ao universo da moda e agora parece ter sido abraçada pelo design, por meio de jovens talentos que inspirados pela cultura folk buscam difundir a cultura do trabalho manual como parte de um novo olhar a cerca do consumo e qualidade de vida.  Esses profissionais passam por cima da crise da indústria de móveis e o mercado impessoal de larga escala e ganham destaque ao produzir peças que reintroduzem de maneira contemporânea e com forte apelo visual uma relação mais íntima com os objetos que nos cercam.

À frente desse movimento que cresce a passos largos pelos Estados Unidos duas mulheres tem se destacado e fortalecido o eixo Texas – Nova York como produtor de um design que reflete o momento em que busca-se cada vez mais a singularidade comportamental perante a massificação de informação. São elas Ariele Alasko e Maura Grace Ambrose, do Folk Fibers.

 

Ariele Alasko

O trabalho em madeira dessa californiana começou em 2009 quando, logo após se formar pelo Pratt Institute, começou a construir os móveis de seu apartamento no Brooklyn e criou gosto pelo ofício. Seu trabalho se concentra no uso de pedaços de madeira recolhidos em antigos edifícios abandonados da região que são tratados um a um para formar painéis usados como tampos de mesa e cabeceiras de cama. Evitando o uso de componentes químicos, Ariele explora a tonalidade original de cada tira de madeira para compor seus desenhos geométricos que levam semanas para serem concluídos.

 

Maura Grace Ambrose

Educada em design têxtil pelo Savannah College of Art & Design, a texana Maura Ambrose trabalhou em algumas fazendas orgânicas antes de fundar a Folk Fibers, na cidade de Austin. Sua meta é compartilhar técnicas e o folclore por trás da fabricação de colchas artesanais que empregam tingimentos e fibras naturais, sem química. Num longo trabalho manual de patchwork ela une tecidos vintage aos novos que cria para compor desenhos em cores fortes  em um produto de qualidade capaz de atravessar gerações.

2014 

CONTATO

Rua Amaral Gurgel 127 / cj.111 / 01221-001

São Paulo - BRASIL 

bruno@ateliebrunosimoes.com

+55 11 992 279 162

  • White Instagram Icon