NOVO DESIGN BRUTO

O QUE

Artigo

ONDE

GQ magazine

QUANDO

Designers belgas mostram porque o país é o polo criativo da vez.

 

De tempos em tempos os astros se alinham e parece que toda a criatividade do planeta se concentra num único local. Arte, design e lifestyle se provam ferramentas poderosas de transformação e atraem novos investimentos do mundo todo que rapidamente colocam determinados destinos no radar dos jetsetters de plantão. Esse é o caso da bola da vez - a Bélgica.

No campo do design o ano de 2018 tem sido bastante especial para Bruxelas. A capital acaba de realizar a primeira edição da Collectible, nova feira de design colecionável que entre os participantes contou com a galeria brasileira Mendes Wood DM (com endereço fixo por lá desde o ano passado), além da recente abertura do Kanal - Centre Pompidou que ao longo do ano realizará uma série de atividades ligadas à arquitetura, design e artes visuais, nos moldes de sua matriz francesa.

Aproveitando esse momento, seis designers emergentes decidiram se unir para promover seu trabalho. Ben Storms, Bram Vanderbeke, Cédric Etienne, Charlotte Jonckheer, Linde Freya Tangelder e Nel Verbeke formam o BRUT, um coletivo que tira partido das semelhanças entre os estilos individuais para organizar exposições ao longo das principais semanas de design do mundo.

Com atenção especial às linguagens da arquitetura e da escultura, o grupo experimenta um design que emociona para além da funcionalidade. Sua força está no potencial que extrai de materiais em seu estado bruto e formas simples. São bancos, mesas e outros objetos que se valem do mármore, da madeira e dos metais para criar uma atmosfera de contemplação. Um bom exemplo é a poltrona BS01, formada apenas por blocos de cortiça prensada ou ainda o relógio The Relic of Time, em que um bastão de carvão é raspado continuamente e o pó serve como unidade de tempo.     

Durante a última semana de design de Milão o grupo estreou em grande estilo, mostrando que a cenografia é tão importante quanto o próprio produto. O BRUT ocupou uma galeria com toda a sua coleção disposta sobre colunas arquitetônicas cinzas e forração de carvão pelo piso, criando uma espécie de paisagem industrial. Agora é esperar pra ver se a nossa própria história com o brutalismo, tanto nas artes como na arquitetura, não atrai o grupo para expor em terras brasileiras.

2018 

CONTATO

Rua Amaral Gurgel 127 / cj.111 / 01221-001

São Paulo - BRASIL 

bruno@ateliebrunosimoes.com

+55 11 992 279 162

  • White Instagram Icon